ZORRA TEAM 7º RALI DAS SANJOANINAS

As duas duplas que compõem a ZORRA team, estarão novamente à partida de mais uma edição do rali que junta o desporto automóvel às maiores festas profanas da cidade património mundial.

Para a prova que se disputa no próximo dia 25 de junho, e que terá o seu figurino localizado na estrada da serra da Ribeirinha, as expectativas variam dentro de cada uma das viaturas da ZORRA team.

A bordo do seu SAXO, Teófilo Pires e Ricardo Fagundes, esperam “fazer um melhor resultado do que fizemos no SICAL e conseguirmos assim, uma melhor classificação para o TRAA (troféu de Ralis Asfalto Açores)”, refere o piloto da Vila Nova. Já o seu navegador refere que: “Tivemos vários azares a nível mecânico na primeira prova do Troféu e que condicionou muito a nossa prestação. Esperamos que para as Sanjoaninas, os azares nos deixem e que consigamos fazer a prova que os nossos patrocinadores merecem.”

Por outro lado, para o casal do pequeno Starlet, a confiança é outra: “Fizemos um bom resultado no SICAL, principalmente no que se refere à nossa classe, a qual estamos a liderar, e queremos manter a posição após esta prova.”, refere a navegadora Sandra Lobão. A mesma opinião é partilhada pelo piloto, Luís Lopes que acrescenta: “queremos fazer um bom rali para a nossa equipa e principalmente para os nossos patrocinadores e apoiantes. É graças a eles que aqui podemos andar e eles merecem que façamos o melhor por eles.

Assim, no próximo domingo, a caravana dos ralis está outra vez na estrada, para esta que é a segunda prova do TRAA.

 As duas duplas que compõem a ZORRA team, estarão novamente à partida de mais uma edição do rali que junta o desporto automóvel às maiores festas profanas da cidade património mundial.
Para a prova que se disputa no próximo dia 25 de junho, e que terá o seu figurino localizado na estrada da serra da Ribeirinha, as expectativas variam dentro de cada uma das viaturas da ZORRA team.
A bordo do seu SAXO, Teófilo Pires e Ricardo Fagundes, esperam “fazer um melhor resultado do que fizemos no SICAL e conseguirmos assim, uma melhor classificação para o TRAA (troféu de Ralis Asfalto Açores)”, refere o piloto da Vila Nova. Já o seu navegador refere que: “Tivemos vários azares a nível mecânico na primeira prova do Troféu e que condicionou muito a nossa prestação. Esperamos que para as Sanjoaninas, os azares nos deixem e que consigamos fazer a prova que os nossos patrocinadores merecem.”
Por outro lado, para o casal do pequeno Starlet, a confiança é outra: “Fizemos um bom resultado no SICAL, principalmente no que se refere à nossa classe, a qual estamos a liderar, e queremos manter a posição após esta prova.”, refere a navegadora Sandra Lobão. A mesma opinião é partilhada pelo piloto, Luís Lopes que acrescenta: “queremos fazer um bom rali para a nossa equipa e principalmente para os nossos patrocinadores e apoiantes. É graças a eles que aqui podemos andar e eles merecem que façamos o melhor por eles.
Assim, no próximo domingo, a caravana dos ralis está outra vez na estrada, para esta que é a segunda prova do TRAA.

Facebooktwittergoogle_plus

Comments

comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.